O que é a psicoterapia?

Fazer psicoterapia é muito mais do que falar com alguém sobre problemas ou dificuldades. A psicoterapia é uma relação profissional entre um terapeuta e um cliente, que tem por base princípios e técnicas da Psicologia. Isto marca a diferença dos relacionamentos com amigos ou familiares.

Durante a psicoterapia, serão abordados estados de humor, sentimentos, pensamentos e comportamentos. O objetivo final do psicoterapeuta será ajudar o cliente a assumir o controle da sua vida e a responder a situações desafiadoras de forma ajustada.

O processo psicoterapêutico é colaborativo, assim, terapeuta e cliente continuamente identificam problemas, definem objetivos, e alteram os planos de tratamento.

A psicoterapia é um processo que permite resultados empiricamente comprovados em diversas problemáticas como: pânico, fobias, depressão, anorexia, stress pós traumático etc. É igualmente eficaz nos conflitos pessoais, conjugais e familiares, que podem causar sofrimento psicológico e dificuldade em funcionar adequadamente.

Alguns benefícios da Psicoterapia são:

  • O desenvolvimento da capacidade de gestão emocional de estados internos;
  • A adquisição de autonomia e controlo da sua vida;
  • A capacidade de criar novas narrativas de si próprio e dos outros, novos modos de compreender e conduzir a própria vida;
  • Desenvolver habilidades interpessoais como empatia, capacidade de comunicação, assertividade, resolução de problemas, etc.
  • O desenvolvimento da resiliência para aumentar a tolerância e a capacidade de crescer com as dificuldades que a vida impõe;

No Psiquilibrios, o psicoterapeuta procura buscar os significados pessoais e sociais subjacentes à forma como o cliente se vê e se posiciona no mundo (constructos pessoais), procurando perceber até que ponto estes contribuem para o seu bem estar ou dificultam a sua vida. O cliente não tem uma posição de mero receptor de informação, mas é visto como um agente proactivo e construtor dos seus significados e, portanto, da sua mudança.

Ao longo do processo terapêutico, cliente e terapeuta irão desenvolver uma relação de colaboração e confiança que servirá para que o cliente consiga alcançar a mudança desejada.
O psicoterapeuta adota uma postura de não julgamento, de empatia e de respeito, procurando validar o que o cliente sente e ajudando-o a integrar as novas possibilidades que se vão apresentando, transmitindo assim a segurança necessária para avançar para a mudança.
O papel do terapeuta é ajudar a refletir e desafiar em certos momentos, sempre respeitando o ritmo do cliente e transmitindo-lhe responsabilidade pelas suas escolhas.

Em geral, as sessões de psicoterapia duram 50 minutos a uma hora.
A frequência das sessões e a duração do processo terapêutico dependem das necessidades particulares e dos objetivos de cada pessoa e deverão ser negociados com o psicólogo.