Artigos

Este espaço dedica-se à publicação de artigos originais escritos pelos psicólogos do Psiquilibrios nas áreas da Psicologia e da Educação.

A informação contida nestes artigos tem uma finalidade meramente informativa. Não é, nem deve ser, entendida como aconselhamento psicológico. Não queremos deixar de reforçar que nada substitui o aconselhamento psicológico por um psicólogo. Apesar de ter envidado todos os esforços para que a informação fornecida nestes artigos seja correta e atualizada, o Psiquilibrios não garante o seu caráter exaustivo e exato, sem quaisquer garantias expressas ou implícitas.

O Psiquilibrios não aceita qualquer responsabilidade por erros ou omissões e não será responsável por qualquer prejuízo emergentes do uso destas informações, ou devido a qualquer ato ou decisões tomadas em virtude da utilização das mesmas.

É proibida a reprodução total ou parcial dos artigos sem autorização expressa dos seus autores ou do Psiquilibrios. Para o efeito deverá contactar psiquilibrios@gmail.com

  • Este artigo visa descrever a intervenção com uma criança de 7 anos de idade com problemas alimentares: o Pedro recusava-se a comer alimentos sólidos d...

  • A psicoterapia é um processo mediado por um profissional especializado, que visa alcançar mudanças de modo a aumentar o bem-estar e equilíbrio psicoló...

  • A estrutura da família, os modelos de educação e a própria sociedade sofreram mudanças profundas ao longo do tempo que implicam a necessidade de maior...

  • A depressão é uma doença do foro mental reconhecida desde os tempos mais remotos da humanidade. A investigação encontra registos sobre a depressão em ...

  • A ansiedade é uma emoção normal e adaptativa que ajuda as pessoas a lidarem com as dificuldades, bem como com situações desafiantes ou perigosas. Cont...

  • O divórcio pode ser descrito como um período de elevado stress psicossocial para toda a família. É um processo complexo, que acarreta múltiplas mudanç...

  • “(…) Durante anos, porém, os passos de meu marido ecoaram como a mais sombria ameaça. Eu queria fechar a porta mas era por pânico. Meu homem chegava d...

  • O ataque de pânico é considerado uma reacção de alerta do organismo, que pode ocorrer em situações externas, percebidas pelo indivíduo como ameaçadora...

  • Ao longo da vida, os indivíduos deparam-se com uma variedade de situações que exigem o recurso a variadas competências de modo a conseguirem uma gestã...

  • A perda e o luto a ela associado, é uma experiência inevitável no percurso de vida do ser humano.  O luto caracteriza­-se pelo conjunto de sentimentos...

  • O medo é uma emoção básica que possui uma função adaptativa ao longo do desenvolvimento da espécie humana: alertar e proteger de eventuais perigos. É,...

  • Cada vez mais conhecido entre crianças e adultos, o bullying é um fenómeno que merece especial atenção. Muitos alunos já estiveram envolvidos em incid...

  • A adoção constitui uma forma de dar resposta às crianças que se encontram privadas da família biológica, procurando responsabilizar outra família pelo...

  • A depressão é uma doença do foro mental reconhecida desde os tempos mais remotos da humanidade. A investigação encontra registos sobre a depressão em ...

  • Felicidade é algo difícil de definir porque é muito subjectivo. Em geral, refere-se um estado de bem-estar, difícil de quantificar que serve de motor ...

Artigos de imprensa com colaboração do Psiquilibrios

Os filhos divertem-se nas colónias de férias e os pais sofrem em casa

(Jornal Público – Edição impressa/online, Julho 2012)

Telefonam à meia-noite para saber se a menina está a dormir e se tem o ursinho, aparecem de surpresa na praia e choram de saudades. São os pais ansiosos com a primeira separação prolongada… dos filhos. Mas as crianças divertem-se a valer. E crescem.

Ver pdf

O Ano começa agora

(Jornal Público – Life&Style, Set 2011)

Setembro é o mês de todos os regressos. Decisões, planos e contabilidade ocupam a cabeça de quem tem crianças por perto. Quem disse que o ano começa em Janeiro? Para as famílias com filhos, é em Setembro.

Ver pdf

Que bom, férias em família! Mas...

(Jornal Público – Life&Style, Jul 2011)

Depois de 11 meses a ansiar pelas férias de Verão com toda a família, o paraíso parece estar longe. Ao terceiro dia, se não houver bom senso e imaginação, mergulha-se num inesperado campo de batalha — com cada um infeliz para seu lado e desejoso de voltar ao trabalho. Relaxe e reaprenda a (con)viver com os que mais importam.

Ver pdf

Primeiros brinquedos

(Jornal Público – Pública, 11/7/2010)

O corpo é o primeiro brinquedo das crianças. Seguem-se muitos outros. Da roca aos super-heróis ou às princesas, são inúmeras as possibilidades. Os pais podem estimular os filhos através dos brinquedos, mas não devem exagerar. Há uma parte que cabe aos miúdos descobrir.

Ver pdf

Quem Manda em Casa São Os Filhos?

(Jornal Público, 1/11/2001)

Livro sobre maus comportamentos nas crianças
A firmeza na imposição de regras e os elogios nos momentos certos devem acompanhar a educação

Ver pdf

Loading...